12/1/2016

Há 16 anos Fecopar possui convênio com Unimed
Contabilistas podem usufruir de plano de saúde com abrangência nacional

Há 16 anos a Fecopar oferece planos de saúde Unimed para contabilistas e dependentes em condições especiais e preços reduzidos. Em 1999 a Federação dos Contabilistas do Paraná iniciou esta parceria de sucesso com a Unimed de Curitiba. Atualmente o plano oferecido possui abrangência e assistência nacional.

Muitos contabilistas paranaenses, há anos, contam com todos os benefícios exclusivos deste convênio. "Por termos um grupo grande de contabilistas conveniados conseguimos propor condições melhores em relação a valores e benefícios para todo este grupo, assim como para novas adesões", destaca Luis Amorim, diretor administrativo da Fecopar.

A modalidade e contratação do plano de saúde pelos contadores é por livre adesão com co-participação de 25%. Segue detalhes e vantagens:

O QUE É A CO-PARTICIPAÇÃO?

A Co-Participação é a parcela do custo da Unimed incidente sobre cada procedimento: consultas, exames para diagnósticos e terapias, o qual é repassado ao beneficiário titular quando utilizado pelos usuários do plano, para pagamento junto com a cobrança da respectiva mensalidade do plano de saúde.

Não estão sujeitos à co-participação internamentos clínicos, cirúrgicos e procedimentos de alto custo como exemplo: ressonância magnética e tomografia computadorizada (exceto as descritas abaixo). Todos os custos decorrentes destes procedimentos serão assumidos integralmente pela Unimed Curitiba.

Existem 02 tomografias que possuem co-participação:
34010041 – Tomografia Computadorizada Coluna Cervical, Dorsal/Lombar; e
34010050 – Tomomielografia até três segmentos.

O valor máximo de co-participação por procedimento é de R$ 50,00 (cinqüenta reais).



QUEM PODERÁ PARTICIPAR DO PLANO DE SAÚDE
?
Poderá participar do plano de saúde:
- o contabilista na condição de titular;
- o cônjuge;
- os filhos solteiros, até 30 anos incompletos;
- o enteado, o menor sob a guarda por força de decisão judicial e o menor tutelado que ficam
  equiparados aos filhos;
- o convivente, havendo união estável, na forma da lei, sem eventual concorrência com o
  o cônjuge, salvo por decisão judicial.
- os filhos comprovadamente inválidos, sem limite de idade.



QUAIS AS CARÊNCIAS A SEREM CUMPRIDAS PELOS USUÁRIOS PARA ENTÃO DEPOIS TEREM DIREITO AOS SERVIÇOS PREVISTOS NO CONTRATO?

24 horas: Atendimentos de urgência ou emergência;

30 dias: Consultas e exames de patologia clínica;

90 dias: Procedimentos de diagnose e terapia, a saber:
EXAMES SIMPLES: eletrocardiograma convencional, eletroencefalograma convencional, endoscopia diagnóstica em regime ambulatorial, exames radiológicos simples, histocitopatologia, exames e testes alergológicos, oftalmológicos e otorrinolaringológicos (exceto videolaringoestroboscopia), inaloterapia, provas de função pulmonar, teste ergométrico, procedimentos de reabilitação e fisioterapia;

180 dias: Internamentos clínicos ou cirúrgicos, bem como procedimentos cirúrgicos em regime ambulatorial;
EXAMES E PROCEDIMENTOS ESPECIAIS, tais como: angiografias, arteriografias, eletroencefalograma prolongado, mapeamento cerebral e polissonografia, potencial evocado, ultra-sonografias, tomografia computadorizada, ressonância nuclear magnética, laparoscopia diagnóstica, densitometria óssea, ecocardiograma uni ou bidimensional colorido ou não com doppler, eletrocardiografia dinâmica (holter), monitorização de pressão arterial, litotripsia,  radiologia intervencionista, cineangiocoronariografia e videolaringoestroboscopia computadorizada, videolaparoscopia diagnóstica e cirúrgica, endoscopia que não seja em regime ambulatorial, eletromiografia, eletroneuromiografia, quimioterapia e radioterapia, hemodiálise e diálise peritonial, hemoterapia, medicina nuclear.
PROCEDIMENTOS OBSTÉTRICOS:
Atendimento pediátrico a gestante (3º trimestre), líquido amniótico, cariótipo com bandas, marcadores bioquímicos para avaliação do risco fetal (cada), determinação do risco fetal, com elaboração de laudo; teste duplo – 1 trimestre (papp-A+beta+hcg) ou outros 2 em soros ou líquido amniótico, teste duplo – 2º trimestre (afp+beta+hcg ou outros 2 em soro ou líquido amniótico), teste triplo (afp-+beta+hcg+esteriol) ou outros 3 em soro líquido amniótico, obstetrícia: com amniocentese;

300 dias: partos incluindo cesarianas;

06 meses: para acomodação individual (independente da data de opção).

OBSERVAÇÃO:
Os interessados neste plano, que na data de sua adesão possuir um plano de saúde com outra Operadora, obterá a isenção de carência para Consultas Médicas e Exames Patologia Clínica, incluído no Capítulo 28 da Tabela da Unimed do Estado do Paraná, podendo ainda, obter a isenção de carências para outros procedimentos mediante prévio estudo e decisão por parte da Unimed Curitiba.


 

COMO É FEITA A INCLUSÃO E A EXCLUSÃO DE USUÁRIOS NO PLANO DE SAÚDE?

A inclusão de usuários no plano será feita mediante o preenchimento e a apresentação de uma “Ficha de Adesão” à FECOPAR, pelo interessado, até o dia 20 de cada mês, devendo, porém, a inclusão dos usuários no plano ter vigência a partir do 1º. (primeiro) dia do mês subseqüente.

Deverá também, ser encaminhada junto com a “Ficha de Adesão”, a documentação pertinente de cada usuário a ser inscrito no plano: Carteira CRCPR do contabilista, RG, CPF, Certidão de Casamento, Registro de Nascimento dos filhos menores, Certidão Judicial da Guarda de Menores (filhos adotivos), etc.

 A exclusão de usuários será feita mediante a comunicação à FECOPAR pelo beneficiário titular do plano, por escrito, até o dia 20 de cada mês, devendo, porém, a exclusão dos usuários serem processada pela UNIMED a partir do mês subseqüente ao do pedido.

Ocorrendo a exclusão de um beneficiário titular automaticamente excluirá os seus dependentes. Salientamos ainda, que o beneficiário titular deverá devolver à FECOPAR os Cartões de Identificação da Unimed relativo aos usuários excluídos. 

 


 

SERVIÇOS E COBERTURAS AOS BENEFICIÁRIOS - SEM CUSTO ADICIONAL:
No presente plano de saúde está incluso os seguintes benefícios sem custo adicional:

1) Plano de Extensão Assistencial – P.E.A.
Ocorrendo o falecimento do beneficiário titular que seja há mais de 06 (seis) meses participante do plano de assistência à saúde objeto deste contrato, desde que as faturas estejam rigorosamente em dia na data do óbito.
Os beneficiários dependentes terão gratuitamente, cobertura aos serviços previstos no plano em que estiverem inscritos observadas as respectivas condições, pelo prazo de até 05 (cinco) anos.
São considerados dependentes para fins de direito ao benefício:

  • Cônjuge;
  • Filhos naturais ou adotivos até 24 anos incompletos;
  • Equiparados a filhos: enteado, menor sob tutela ou guarda judicial;
  • Filhos inválidos de qualquer idade;
  • O convivente, havendo união estável na forma da lei, sem eventual concorrência com o cônjuge, salvo por decisão judicial.

O beneficiário dependente que não for inscrito no mesmo ato de inscrição do beneficiário titular, ou em até 30 (trinta) dias do implemento da condição que permitisse seu ingresso no plano, só terá direito ao benefício se o óbito ocorrer após decorrido o prazo de 12 (doze) meses de sua respectiva inscrição. Perderá imediatamente o direito ao benefício estabelecido neste Capitulo o dependente que vier a perder sua condição de dependência.

 


 

QUAIS SÃO AS MODALIDADES DO PLANO DE SAÚDE PARA A CONTRATAÇÃO?

As modalidades do plano de saúde são:

  • Ambulatorial + Hospitalar em Enfermaria sem Obstetrícia (parto)
  • Ambulatorial + Hospitalar em Apartamento sem Obstetrícia (parto)
  • Ambulatorial + Hospitalar em Enfermaria com Obstetrícia (parto)
  • Ambulatorial + Hospitalar em Apartamento com Obstetrícia (parto)

Obs: Havendo o interesse em uma mudança na acomodação hospitalar de enfermaria para apartamento, os usuários terão que cumprir uma carência de 06 (seis) meses para terem direito à acomodação superior. Ocorrendo o interesse em uma mudança na acomodação hospitalar de apartamento para enfermaria, esta somente será possível após 12 (doze) meses contados da última utilização do beneficiário neste módulo.

 


 

COMO OCORRE O REAJUSTE DO PLANO DE SAÚDE?

O reajuste do plano acontece:

-     Anualmente no mês de julho de cada ano;

  • Quando o usuário muda de uma faixa etária para outra expressa na tabela de preços, ocorrendo, porém, o reajuste no mês subseqüente ao do aniversário do usuário;
  • Quando ocorre desequilibro financeiro do plano entre a receita e despesa, por excesso de utilização dos serviços que comprometa o plano de saúde, porém, carece de prévia apreciação e análise da ocorrência.

Os interessados no plano de saúde poderão entrar em contato com setor administrativo da Fecopar (41) 3324.8384 (falar com Amorim)
ou pelo email: administracao@fecopar.com.br


Mais informações sobre a Unimed
https://www.unimedcuritiba.com.br/wps/wcm/connect/Portal/portal

 


FEDERAÇÃO DOS CONTABILISTAS DO PARANÁ
Tel: (41) 3324.8384 | E-mail: secretaria@fecopar.com.br
Rua Benjamin Constant, 146 - 6º andar - Sala 61 - Centro - Curitiba - PR - CEP: 80.060-020